Programação MN


Follow by Email

quinta-feira, abril 19

[CONCERTO] LUÍS VICENTE QUARTETO






























LUÍS VICENTE [quarteto] > Jazz/improv > sala vermelha > entrada livre

Início previsto para as 23h00 > (lugares sentados limitados)

Formação: Luís Vicente (trompete) | Marco Franco (bateria) | Théo Ceccaldi (violino) | André Rosinha (contrabaixo)
------------------------------------------------------

Info geral:

Luis Vicente, trompetista, a editar o seu disco de estreia pela JACC em formação de trio este ano. Tem actuado em varias salas do país, como o Coliseu de Lisboa, Chapitô, Santiago Alquimista, Music Box, Hot Club Portugal, Maxime, Fábrica do Braço de Prata, entre outros. Apresentou trabalhos em Berlim, Espanha, República Checa e Hungria. Actualmente as suas actuações oscilam entre o jazz e a improvisação livre. Normalmente interpreta os seus temas em trio e em quarteto e é também membro integrante de Farra Fanfarra, Vicente/Marjamaki, The Ten Legs e Agência de Viagens. Théo Ceccaldi, violinista, edita este ano o disco do seu trio pela Ayler Records e é considerado como um dos músicos com mais actividade em Paris. Vicente e Ceccaldi tiveram a oportunidade de se juntar em palco pela primeira vez em Lisboa no ano transacto o que resultou em actuações conjuntas desde então. Marco Franco, bateria, electrónica e composição. Inicia a sua actividade como baterista nos grupos Braindead, Peste e Sida e Bizarra Locomotiva. Dedica-se à musica experimental desde muito cedo, tendo tocado e gravado com: Nuno Rebelo, Kato Hideki, Jim Black, Chris Speed, Gianni Gebbia, Peter Kowald, entre outros. Compôs música para teatro e dança e na área do Jazz colaborou ainda com Mário Delgado (filactera redux). Actualmente lidera o projecto Mikado lab. É co-fundador do quarteto de baterias TimTim por Tim Tum e do duo Pocketbook of Lightning. Ocasionalmente é também colaborador do quarteto Maria João e Mário Laginha e tem um duo com o Norberto Lobo. André Rosinha tem actuado juntamente com Luís Vicente em formato quarteto e conta com um projecto de nome Airbag. 

Na próxima sexta-feira dia 20 de Abril, espera-se um concerto onde a improvisação será servida como prato principal e aguardam-se momentos ricos e intensos de interacção corporal e musical dentro da vasta área do free jazz. 

até breve

Sem comentários: