Programação MN


Follow by Email

terça-feira, outubro 11

[TEMÁTICA] SEMANA PNEUMÁTICA 19 A 23 OUT


























MARTELO PNEUMÁTICO E MERCADO NEGRO APRESENTAM

SEMANA PNEUMÁTICA
De 19 a 23 OUTUBRO 2011

QUARTA-FEIRA, 19 OUT

EXPOSIÇÕES [CORREDOR E SALA GALERIA] - 22H

ANDRÉ COELHO (ILUSTRAÇÂO/FANZINE)

André Coelho nasceu em V.N. Gaia em 1984. É ilustrador, musico e editor independente e participa activamente no underground portuense. Autor de diversas capas e grafismo para edições audio, posters e merchandising de bandas nacionais e internacionais dentro dos meandros do Metal, Punk e Experimental. Edita e colabora em fanzines e produz de vez em quando banda desenhada. A exposição presente no Mercado Negro mostrará diversos trabalhos, sendo alguns já conhecidos do público e que agora poderão ser vistos no seu formato original: bem maiores, a preto e branco, com marcas das pinceladas, rasgos, indecisões, marcas e outras características bem "humanas" e habituais no processo de trabalho.
homemdopacote.wordpress.com


JORGE VIDAL (FOTOGRAFIA)

Nasceu em Aveiro, em 1970, onde estudou Artes Visuais, na Escola Secundária José Estêvão, e concluiu, em 2000, o Curso Superior de Fotografia pela Escola Superior Artística do Porto. Umbilicalmente ligado a Helmut Newton, Robert Frank e Ralph Gibson, e, viandante no estímulo do sensitivo, é, na linguagem da Escrita com Luz, que manifesta as suas emoções e questões relativas à condição e falácias do ser humano (cultural). No seu discurso, por vezes desconcertante, caldeiam-se o simbólico, o humor, o sarcasmo, a ironia, mas há lirismo puro e profundo, a pesquisa do sentimento do referente, por vezes a revelação do seu mundo interior: - da sua paisagem, atingindo sem grandes rodeios, necessidades artificiais, ou até mesmo manipulações, composições meditadas e rigorosas que afirmam, visualmente, uma acentuada preocupação pela sofisticação da forma, mas de sentimento inquieto e quase trágico, assumindo uma identidade intimista dura e crua, - ainda que transmitida com discrição e delicadeza. Além de trabalho comercial, tem desenvolvido projectos pessoais, de autor, diversas experiências que têm a ver sobretudo com Artes Performativas e colaborado com coreógrafos, publicações e instituições de âmbito cultural.


FEIRA DE FANZINES, DISCOS E AFINS [BAR] - 22H


Material da Soopa, Latrina do Chifrudo, Let's Go To War, Chili Com Carne, Ruru Comix e ainda algum material auto-editado de artistas Portuenses, com a presença de Rudolfo (RURU COMIX) e Natália Andrade com divulgação da sua obra. Apresentações principais na feira: Lodaçal #3 (fanzine), Banana Metalúrgica "Música Hermafrodita" CDr e Tendagruta "Cloaca" C

 

[BIO Rudolfo (RURU COMIX)]
Rudolfo nasceu a 1991. Um desastroso 8º lugar num concurso do Festival Internacional de BD da Amadora em 2006, fê-lo produzir com uma regularidade que ainda hoje se nota. Desde 2007 que edita os seus próprios fanzines de banda-desenhada, tendo participado também em várias antologias da Chili com Carne e algumas exposições colectivas. Em 2011 começou a antologia trimestral e internacional de banda-desenhada "Lodaçal Comix". Tudo através do seu selo "Ruru Comix".
http://rurucomix.wordpress.com/

[BIO Natália Andrade]
Natália Andrade nasceu a 14 de Abril de 1992. É oriunda de Braga, mas actualmente vive em Mindelo ( ou será Vila Chã? ). Faz animações, ilustrações, colagens, pinturas, peluches... No meio de tanta flor e textura, lá ganhou vários prémios com a sua animação "Cozido à Portuguesa", a qual fez quando ainda tinha 17 anos.


CONCERTOS [AUDITÓRIO] - 23H

PANELAS DEPRESSÃO - 1ª Parte (ART HOUSE)

As Panelas Depressão surgiram num âmbito de um festival de Performances " I want Discipline" organizado por Isabel Carvalho no Tulipe, Porto 2009. Inicialmente constituído por Cristiana Pinto, vocalista,Cláudia Loureiro, vocalista e Patrícia Guerra como guitarrista. Desde aí os concertos têm sido pontuais e sempre em constante evolução, chegando agora a um grupo de quatro raparigas, Cristiana Pinto, vocalista, Cláudia Loureiro, Vocalista, Cinthia, guitarrista e Patrícia Guerra na bateria. As panelas não se inserem propriamente num estilo musical, procuramos contar histórias através da música.
Cozinhamos com molho de ostras e cortamos calções!

COELHO RADIOACTIVO & OS PLUTÓNIOS (2 ETAPAS/CHINESE TRADICIONAL/FOLCLÓRICAS)

Coelho Radioactivo é o alter-ego de João Sousa, nascido em Aveiro no término do inverno de 91. O Coelho, na sua essência, nasceu à noite, na cama, enquanto passeava os dedos na sua nova guitarra, algures no ano de 2007, e desde então tem vindo a fazer as suas canções, entre não querer sair da cama, e não conseguir adormecer, entre o folclore tradicional português e os mantras Tibetanos. Este é um projecto de mineira introspecção, que tenta remover dos pedregulhos interiores as mais belas gemas musicais. Porque tem de ser constante, o esvaziar, por vezes presenteia-nos com preciosidades de honestidade possível, como demonstram os seus dois registos até a altura. O seu “ep1” lançado em 2009, que não tenta ser mais do que o que é, e do seu segundo (ou como ele diria 1,5) “Para Adivinhos” de 2011, dois registos que merecem o silêncio e o escuro de uma sala de estar, numa noite solitária. Por esta altura podemos ainda encontrar uma canção sua e de outro dos protagonistas desta noite, “O Cão Da Morte”, na compilação “20 anos de Ruptura Explosiva”, engendrada por Tiago Lacrau (ex-Guillul) lançada para download gratuito pelas editoras FlorCaveira e AmorFúria.
Ao vivo faz-se acompanhar pelos seus Plutónios, Carlos Rosário nas teclas, Pedro Teixeira na bateria e Ricardo Barros no baixo. Assim, os Plutónios pegam nas suas canções e levam-nas para um espectro mais barulhento, à tradição, e à sensibilidade cançonetista adiciona-se o roque internacional, o alternativo noise, ou mesmo o metal pesado.
Brevemente o seu trabalho “Para Adivinhos” vai ter forma física, em K7, pela Martelo Pneumático.
www.myspace.com/ocoelhoradioactivo

DJ SET [SALA VERMELHA] - 22H30

PEDRO E O LOBO

O colectivo Pedro & o Lobo, iniciou a caminhada pelas florestas à cerca de 4 anos, a convite da associação cultural D` Orfeu em Águeda, durante o evento “O Gesto Orelhudo”. João Paulo Granada convidou,Jonhy Walker (João Monteiro) para sessões diárias de DJ SETs durante os festival. A química entre estes dois seres musicais foi tão colossal que acabaram ppor dar continuidade ao presente projecto. Percorrendo paisagens sonoras que foram encontrando na sua caminhada pelos cinco continentes vêm agora mostrá-las a 19 de Outubro no Mercado Negro. Músicas do mundo nas suas mais variadas formas e feitios sem contar com as extraterrestres claro, só porque ainda não as descobriram.

QUINTA-FEIRA, 20 OUT

FILME [SALA BRANCA] - 22H30 

A MONTANHA SAGRADA (Alejandro Jodorowsky, 1973)

+INFO: consulte o folheto do evento disponível na Associação

SEXTA-FEIRA, 21 OUT

CONCERTOS [AUDITÓRIO] - 23H

THE UNDERDOGS - 1ª Parte
(BLUES/ROCK/ALTERNATIVA)

Com um estilo musical híbrido que combina elementos do blues com rock and roll, enfatizando a guitarra eléctrica, o Blues-Rock desenvolve-se em 1960 em Inglaterra e Estados Unidos com o trabalho de bandas como Cream, The Rolling Stones e Creedence Clearwater Revival, bandas de rock que experimentavam a música de artistas de blues como Elmore James, Howlin' Wolf e Muddy Waters. Assim nascem os The Underdogs, provenientes de Aveiro. Estes 3 rapazes estudaram bem os géneros combinados da soul ou blues com o rock e assim criaram o seu primeiro EP. Lançaram-se com o single “She is la” que certamente vai ser um êxito e com a nuance de nos entrar no ouvido e deixar bem presente o “lá lá lá lá”. A primeira experiência conseguida de uma forma madura e com nervo de quem já mostra identidade e personalidade, os sons deste álbum em certos momentos fazem-nos relembrar velhos tempos, com misturas de melodias que sobrevoam os anos 60 e poisam nos 90. A guitarra a solo em “It is not plain to see” inicialmente a fazer lembrar Nirvana e depois o ritmo contagiante levam-nos até ao underground dos grandes concertos dos bares americanos. Sempre a abrir temos “Ode for queens” que nos faz suar até à exaustão. Passando por “The Stonewalker” até “Thousand Kisses of love” os The Underdogs podem muito bem a vir a ser os próximos reis da “rockability” soul. Para os fãs deste género musical não será certamente uma desilusão, pelo contrário, o nome ficará escrito nos jornais e revistas da música. Esperamos então pelo seu lançamento mas já com uma certeza: neste EP temos variadas músicas que podem ser tocadas tanto em bares como num Central Park qualquer em Portugal. De Aveiro directamente para o mundo…The Underdogs prometem. Vale a pena ouvir.
www.myspace.com/theunderdogsworld

(Crítica de Diogo Pinto, retirado do sítio Imagem Do Som* em 10/10/2011)

VIC GODARD & THE SUBWAY SECT
(PUNK/ROCK)

Vic Godard (nascido Knapper Vic em Mortlake,1959) é o cantor e compositor do antigo grupo de punk Subway Sect. Actua agora a solo, acompanhado de diversos músicos. Em 1976, Godard formou os Subway Sect, com outros três fãs dos Sex Pistols seguindo uma sugestão de Malcolm McLaren (manager dos Sex Pistols), que queria uma outra banda para o line-up do 100 Club Punk Festival. Godard alterou a composição dos Subway Sect em 1980 com novos músicos e assinou com a Oddball, lançando o álbum What's The Matter Boy?. Após uma digressão de Verão com os Buzzcocks, os Subway Sect dissolveram-se.
Em meados dos anos 1980, Godard aposentou-se da música e tornou–se carteiro.

Em 1990, Godard escreveu a canção "Johnny Thunders", uma homenagem inspirada por uma leitura que fez no seu funeral, gravando ainda mais dez faixas nesta altura, que acabaram por fazer parte do álbum "The End of the SurreyPeople”, com o Sex Pistols Paul Cook na bateria. Mais tarde, na década de 1990, Godard formou a banda Long Decline. Em 1998, Godard lançou o álbum Long Term Side-Effect e em 2002 álbum Sansend, lançado sob o nome Subway Sect. Em 2007, com os Subway Sect, Godard gravou as canções que eram destinadas ao seu próprio álbum de estreia em 1978, sob o nome de “1978 NOW. O line-up actual inclui o baterista original Mark Laff. O baixista original Paul Myers e também sua banda de apoio ( Subway Sect) nos últimos nove anos, e têm andado em tornée desde então por todo o mundo. Chegou a vez de se estrearem no nosso país!
www.vicgodard.co.uk

DJ SET [SALA VERMELHA] - 22H30

THIS HERE IS MISS BONNIE PARKER. WE ROB BANKS!
(SOUL/BLUES/PUNK)

You've read the story of Jesse James of how he lived and died. If you're still in need; of something to read, here's the story of Bonnie and Clyde. As noites de Miss Bonnie Parker vão preencher cada recanto com os sons do Rock n'Roll revisitando os ritmos do Soul, Rhythm & Blues, 60's, Surf, Garage e Punk Rock. O ambiente é de festa contagiando a pista com grandes temas. Impossível não dançar!

SÁBADO, 22 OUT

FILME [SALA BRANCA] - 18H

ELECTRIC DRAGON 80.000V (Sogo Ishii, 2001)

+INFO: consulte o folheto do evento disponível na Associação

CONCERTO [AUDITÓRIO] - 23H

TERRA OCA (AMBIENTAL/EXPERIMENTAL)

O projecto de música experimental/ambiental Terra Oca nasce em 2003 na cidade do Porto. A sua música convida o ouvinte a uma viagem ao interior profundo no seio da Terra e dos seus mitos, experimentando o caminho através do anel de ouro da metafísica e do vazio existencial. Uma sonoridade composta por elementos electroacústicos que cruzam diversas gramáticas musicais desde o ambiente ritual, electrónica experimental e atmosferas industriais.
Criando múltiplas metáforas, princípios alternativos de evidência, novas lógicas, territórios de catástrofe e novos meios ritualistas com o intuito de separar ficções e arquétipos necessários dos não necessários. Actuando como um descodificador de realidades nesta sabedoria da incerteza.
www.myspace.com/terra23oca


DJ SET COLECTIVO [SALA VERMELHA] - 00H

ELL GRANADA, ANDRÉ COELHO, RODOLFO (RURU COMIX), JOSÉ PEDRO, E OUTROS AMIGOS PNEUMATICOS.
Um cocktail musical recheado de vários géneros para uma noite especial!

DOMINGO, 23 OUT

FILME [SALA CASTANHA] - 18H

JUDEX  (Georges Franju,1963)

+INFO: consulte o folheto do evento disponível na Associação

CURTAS [SALA VERMELHA] - 22H30

SESSÂO DE ENCERRAMENTO PNEUMÁTICO

+INFO: consulte o folheto do evento disponível na Associação

_________________________________________________________________________________
*http://www.imagemdosom.com/index.php/albuns/criticas-de-albuns/item/480-the-underdogs-%7C-silence

Sem comentários: